Tempestade Fiona vira furacão ao se aproximar de Porto Rico


Meteorologistas disseram que a chuva deve causar deslizamentos de terra e inundações, com a possibilidade de até 64 centímetros em áreas isoladas

A tempestade tropical Fiona ganhou força e se tornou um furacão neste domingo, 18, antes de atingir Porto Rico, onde a população se preparava para ventos fortes e potencialmente “históricos” níveis de chuva. Meteorologistas disseram que a chuva deve causar deslizamentos de terra e inundações, com a possibilidade de até 64 centímetros em áreas isoladas.

Na manhã de domingo, o centro da então tempestade estava cerca de 80 quilômetros ao sul de Ponce, Porto Rico, com ventos máximos sustentados de 130 km/h e movimentação na direção oeste-noroeste a 13 km/h. O governador de Porto Rico, Pedro Pierluisi, disse estar pronto para declarar estado de emergência se necessário e ativou a Guarda Nacional com a aproximação da sexta tempestade nomeada da temporada de furacões no Atlântico.

A previsão é de que Fiona atinja a República Dominicana na segunda-feira, 19. Depois tem previsão de atingir Haiti, Ilhas Turks e Caicos e Bahamas. Como tempestade, Fiona já atingiu o leste do Caribe, causando a morte de um homem no território francês de Guadalupe quando as inundações levaram sua casa, disseram autoridades. Também danificou estradas, arrancou árvores e destruiu pelo menos uma ponte. St. Kitts e Nevis relataram inundações e árvores derrubadas. Dezenas de pessoas ainda estavam sem energia ou água, de acordo com a Agência de Gestão de Emergências por Desastres do Caribe.

Estadão Conteúdo



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published.