Ipec: Na Bahia, ACM Neto tem 47%, Jerônimo, 32%, e Roma, 6%


O levantamento mostra uma tendência de queda de ACM e de crescimento do petista, a 9 dias do primeiro turno

Pesquisa Ipec divulgada nesta sexta-feira, 23, mostra o ex-prefeito de Salvador ACM Neto (União Brasil) na liderança da disputa pelo governo da Bahia, com 47% dos votos.

Candidato do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Jerônimo Rodrigues (PT) vem em seguida, com 32%. João Roma, que tem apoio do presidente Jair Bolsonaro (PL), soma 6%.

O levantamento mostra tendência de queda de ACM e de crescimento do petista, a 9 dias do primeiro turno. Na pesquisa anterior, de 23 de agosto, o ex-prefeito da capital baiana tinha 56%. O levantamento de hoje mostra assim queda de 9 pontos porcentuais. Já Jerônimo dia 13%, registrando agora alta de 19 pontos porcentuais. Roma oscilou um ponto porcentual para baixo.

Marcelo Millet (PCO) e Kleber Rosa (PSOL) têm 1% cada. Giovani Damico (PCB) não pontuou. Votos brancos e nulos somam 4%. Indecisos, 8%.

Segundo turno

ACM Neto mantém a liderança no segundo turno, com 52% das intenções de voto contra 35% de Jerônimo. Branco e nulos somam 6% e 7% não sabem ou preferem não opinar.

Senado


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Otto Alencar (PSD) continua líder na disputa pelo Senado, com 41% das intenções de votos. Em segundo lugar nas intenções de voto está o candidato Cacá Leão (PP), com 19%. Raíssa Soares (PL) aparece em seguida, com 9%.

Marcelo Barreto (PMN), Tâmara Azevedo (PSOL) e Cícero Aráujo (PCO) estão empatados com 3%. Brancos e nulos somam 10%; não sabem ou não responderam 13%.

O Ipec ouviu 1.504 pessoas, entre os dias 20 e 22 de setembro, em 72 cidades do Estado. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos, considerando um nível de confiança de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BA – 05576/2022 (TRE) e BR – 04999/2022 (TSE).

Estadão Conteúdo


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published.