Candidatos do PT que reclamam de fundo eleitoral são desavisados, diz dirigente


“Somente os desavisados, aqueles que não estão acompanhando a evolução das políticas raciais nos últimos anos, é que estão reclamando”, afirma

Fábio Zanini
São Paulo, SP

Secretário de Combate ao Racismo do PT, Martvs Chagas critica os candidatos a deputado federal que reclamam de perderem uma parte do fundo eleitoral em razão da necessidade de contemplar candidaturas de negros.

“Somente os desavisados, aqueles que não estão acompanhando a evolução das políticas raciais nos últimos anos, é que estão reclamando”, afirma Chagas.

Como mostrou a coluna Painel, do jornal Folha de S.Paulo, candidatos brancos dizem terem sido surpreendidos com uma redução de até 40% no volume do fundo partidário que terão para suas campanhas.

O PT, assim como os demais partidos, tem de distribuir o fundo proporcionalmente para candidatos negros (pretos e pardos), que somarão 48,37% do total. Essa orientação foi dada por uma resolução do TSE de 2020.

“Talvez alguns tenham se surpreendido com um percentual de candidaturas negras maior do que imaginavam. Mas todo mundo sabia dessa regra desde 2020”, afirma o dirigente petista.

Segundo Chagas, há uma preocupação também em garantir que os recursos beneficiem pessoas com características fenotípicas negras, como cor da pele e formato de rosto, lábios, nariz e cabelo.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O TSE criou uma comissão de igualdade racial, que orienta priorização para pessoas de fenótipo negro, mais do que usar o critério da autodeclaração”, diz ele.



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published.