Brasileira Gabi Casé prova que viver na Argentina é bom negócio – e que rivalidade fica só no futebol


Através do seu canal no YouTube e de cursos, a produtora e empresária carioca ajuda brasileiros que desejam ir morar em Buenos Aires, desmistificando o país ainda considerado por muitos como rival

Natural do Rio de Janeiro, Gabi Casé cresceu no bairro de Botafogo. Desde 2018, porém, a brasileira vive permanentemente em Buenos Aires, capital da Argentina e, contrariando a esperada rivalidade entre brasileiros e argentinos, tem provado que o lugar, além de interessante culturalmente e para fazer negócios, é também bastante hospitaleiro com quem vem do Brasil.

Desde 2018, a brasileira vive em Buenos Aires, capital da Argentina, contrariando a esperada rivalidade entre brasileiros e argentinos

Atualmente, Gabi está à frente de uma produtora de vídeos, ao lado do seu marido, e se dedica a cursos, produção de minissérie, atuação em filme e uma imobiliária que assessora brasileiros que desejam viver em Buenos Aires. Apesar de não ser simples se adaptar a um novo país, a empresária diz que foi muito fácil, por já conhecer a Argentina, onde passava férias desde os 15 anos, e por já falar o idioma local.

“Meu processo de adaptação, não só o meu como o da minha família, foi muito fácil, um processo muito tranquilo. Eu acredito que a facilidade de adaptação se deu muito porque nós já conhecíamos a cidade, então não foi uma surpresa nesse sentido. E também por causa dos hábitos e da cultura do argentino, que muitas vezes se assemelham com os nossos, principalmente em se tratando de Sudeste e Sul do Brasil. São culturas muito parecidas”, conta Casé.

Atualmente, Gabi está à frente de uma produtora de vídeos, ao lado do seu marido, e se dedica a cursos, produção de minissérie e outros empreendimentos

E continua: “Outro fator fundamental, que não é impeditivo, mas facilita muito a adaptação, é o fato da pessoa saber o idioma. Eu já falava espanhol fluentemente, meu marido também. Os meus filhos, que não falavam mas tinham alguma noção, aprenderam em menos de três meses. Eu acho que esse é o ponto sobre adaptação mais importante: o fato de se adequar com a cultura e de saber o idioma”.

Com mais de 30 mil seguidores, o canal “Gabi Casé – Viver em Buenos Aires” no YouTube foi o pontapé inicial para Gabi iniciar seus empreendimentos, em especial o curso “Viver em Buenos Aires”, voltado a quem deseja morar na Argentina – mas não é estudante (para isso, há outro curso exclusivamente para esse público). 

Com mais de 30 mil seguidores, o canal “Gabi Casé – Viver em Buenos Aires” no YouTube foi o pontapé inicial para Gabi iniciar seus empreendimentos

“Meu canal no YouTube, ainda em 2019 começou a receber comentários. Eu já tinha esse canal desde 2016, se não me engano, foi quando comecei a fazer o meu mestrado no Uruguai. E aí, quando eu me mudei para a Argentina, eu comecei a postar vídeos daqui, e ele começou a crescer. Mas o grande crescimento se deu realmente em 2022. Com a pandemia, cresceu bastante, principalmente porque, um pouco antes, meu marido começou a trabalhar comigo no canal, isso contribuiu muito para o crescimento”, relata Casé, que também atribui o sucesso à constância das postagens.

Sobre suas outras atividades, Gabi explica que sua atividade principal é uma produtora. “Tudo em torno da minha rotina e na das pessoas que trabalham comigo gira em torno de negócios que se retroalimentam. Nada é isolado. As coisas vão sendo feitas de maneira que uma possa nutrir a outra, em termos. Isso sai da atmosfera dos cursos e vai para o físico. Então a gente montou aqui uma imobiliária, que é importante porque a legislação aqui é muito específica. Mas, com certeza, a atividade que eu mais gosto e tenho me dedicado muito é a confecção de uma minissérie”.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para o próximo ano, Gabi Casé deseja focar ainda mais em expandir na área de audiovisual

E prossegue: “Agora mesmo vou participar também de um filme argentino, que fui convidada, então todo esse movimento artístico de criação, de escrita, de atuação, de leitura, toma grande parte do meu dia, fora as minhas atividades ligadas à própria execução disso, que é uma preparação de acordar cedo, de me alimentar bem, de caminhar. Eu procuro ter uma rotina muito completa e sempre voltada para o alcance dos meus objetivos”.

Viver na Argentina tem sido uma experiência valiosa para Casé, que não enxerga o país com tanta rivalidade com o Brasil. 

“Eu classificaria isso mais como um mito. A gente vê isso presente no futebol, de fato, mas eu vejo que existe uma admiração tão grande com o futebol brasileiro, eles conhecem todos os ‘equipos’, como eles falam aqui, os times de futebol”.

Além da hospitalidade argentina, que a carioca diz ser incrível, ela também afirma que a qualidade de vida do país é bastante alta, principalmente em comparação ao Brasil.  “Os argentinos gostam dos brasileiros, eles se interessam, viajam muito pro Brasil, inclusive mais de uma vez durante a vida”.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

E ainda conta que Buenos Aires é uma cidade bonita, segura e que oferece uma experiência distinta. 

“O brasileiro, quando chega em Buenos Aires, vai sempre encontrar coisas novas em relação a, por exemplo, estabelecimentos comerciais: vários restaurantes, livrarias, cafés, então tem sempre uma novidade. Outra coisa que Buenos Aires oferece também aos brasileiros é muita atração cultural, então a quantidade de teatro, de cinema, de shows, de espetáculos gratuitos e passeios também é muito legal”.

Gabi Casé tem provado que viver na Argentina é um ótimo negócio para os brasileiros, pela cultura similar ao Brasil

Para o próximo ano, Gabi Casé deseja focar ainda mais em expandir na área de audiovisual, ver sua minissérie sendo exibida, participar de festivais e colher os frutos do seu trabalho em parceria com seu marido, além de fortalecer sua marca no Brasil e na Argentina, para que as pessoas vejam que é possível investir e viver no país, como ela fez. “Então, em 2023, eu espero que os empreendimentos estejam cada vez melhores, que surjam outros, e que seja tudo fantástico”, finaliza.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published.