Ameba comedora de cérebro mata homem nos EUA


Após 2 semanas internado com uma ameba conhecida como “comedora de cérebro”, que destrói o tecido cerebral, um homem não identificado faleceu

Após duas semanas internado com Naegleria fowleri, uma ameba conhecida como “comedora de cérebro”, que destrói o tecido cerebral, um homem não identificado faleceu no estado de Missouri, nos Estados Unidos.

O norte-americano teria contraído o protozoário enquanto nadava no Lake of Three Fires, perto do estado de Iowa, e o caso chocou médicos por ser incomum.

A ameba “comedora de cérebro” pode levar à meningoencefalite amebiana primária, infecção que pode resultar na destruição do tecido cerebral e que, na maioria dos casos, é fatal. A Naegleria fowleri é contraída por humanos quando a água entra pelo nariz, fazendo com que o protozoário vá até o cérebro e se alimente do tecido desse órgão.

Esse tipo de ameba costuma ser encontrado em águas quentes e não tratadas, como rios, nascentes e piscinas comunitárias.

Os sintomas da infecção vão desde perda de apetite e fortes dores de cabeça a alucinações. A maioria dos casos leva à morte poucas semanas após o paciente contrair o agente infeccioso.

De acordo com o departamento de saúde do estado do Missouri, esta é a primeira infecção conhecida na região desde 1987.

Em todo o país, três pessoas foram infectadas pela Naegleria fowleri em 2021, de acordo com o Center of Disease Control and Prevention (CDC). Entre os pacientes, uma criança de 3 anos contraiu a ameba em um parque aquático no Texas.


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Embora o caso registrado tenha gerado alarme, médicos dos Estados Unidos avisaram que a infecção pelo protozoário não é transmissível de uma pessoa a outra, e só é contraído quando a água contaminada é ingerida.



Source link

Leave a Comment

Your email address will not be published.